Mário Mukeka : Nota de pesar

O mergulho soteropolitano está de luto, faleceu ontem vítima de um infarto aos 67 anos o “irrecuperável” Mário Cortizo Andion, artesão, compositor, poeta, filósofo, músico e mergulhador, autodeclarado pirata, popularmente conhecido por Mário Mukeka.

Mente inquieta, cheio de ideias, teorias e de histórias fantásticas, tanto histórias de e da vida (algumas delas um tanto quanto polêmicas, mas sempre engraçadas) quanto histórias interpretadas, recriadas e recontadas da baía de Todos os Santos desde a colonização como as passagens narradas no seu livro “Pirataria no mar da Bahia” que segundo o próprio autor é um livro de fofocas de 400 anos.

Sair para mergulhar em meados dos anos de 2000 no Nécton Sub e contar com a sorte de encontrar com Mario Mukeka embarcado era certeza de participar de uma roda de conversa e se deliciar com a criatividade e com as histórias fantásticas contadas por ele.

Mario Mueka jurava que havia encontrado um baú de cobre, pesado, cheio de tesouros no mar de Amaralina, entre o quartel do Exército e a pedra do Budião. O baú estava de cabeça para baixo com a tampa enterrada na areia e era tão pesado que ele não conseguiu mover, muito menos carregar, ainda mais com o cilindro já no fim, então deixo no lugar e voltou no dia seguinte já mais bem preparado para então pegar o baú e esse havia sumido … inquieto chegou ao arquivo público e teve acesso a documentos que sugeriam ser aquele baú pertencente a uma nau chamada São Rafael que naufragara na região no ano de 1638.

A história de vida de Mario Mukeka foi merecidamente eternizada no documentário “O Irrecuperável”, vale a pena pesquisar na internet e assistir, as histórias são polêmicas e muito divertidas.

Mario Mukeka, vá em paz … seja lá o que feiticeira quis dizer quando falou que você teria que resolver algo com o mar, fique tranquilo, já resolveu, ou não teriam te levado ontem para piratear em outro plano.

Curta um dos muitos causos de mergulho narrados por Mario Mukeka.

Please follow and like us:

Autor(es)

+ Artigos

Mergulhador e apaixonado pelos oceanos desde a infância.
Desde a década de 1990 está envolvido em ações e pesquisas relacionadas com a biota aquática, tendo sido coordenador de resgate do Centro de Resgate de Mamíferos Aquáticos (CRMA) do Instituto Mamíferos Aquáticos (IMA) e fundador do Centro de Pesquisa e Conservação dos Ecossistemas Aquáticos (Biota Aquática) e do EcoBioGeo Meio Ambiente & Mergulho Científico, e ao longo dos anos participou de projetos de pesquisa e de consultoria na ambiental em parceria com diversas instituições.
Também atua como instrutor de mergulho SDI e PADI.
Tem como objetivo, além de produzir informação de qualidade fomentar o reconhecimento e a qualificação dos mergulhadores científicos.

About Rodrigo Maia-Nogueira

Mergulhador e apaixonado pelos oceanos desde a infância. Desde a década de 1990 está envolvido em ações e pesquisas relacionadas com a biota aquática, tendo sido coordenador de resgate do Centro de Resgate de Mamíferos Aquáticos (CRMA) do Instituto Mamíferos Aquáticos (IMA) e fundador do Centro de Pesquisa e Conservação dos Ecossistemas Aquáticos (Biota Aquática) e do EcoBioGeo Meio Ambiente & Mergulho Científico, e ao longo dos anos participou de projetos de pesquisa e de consultoria na ambiental em parceria com diversas instituições. Também atua como instrutor de mergulho SDI e PADI. Tem como objetivo, além de produzir informação de qualidade fomentar o reconhecimento e a qualificação dos mergulhadores científicos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.