Coleta de dados de lixo marinho para projeto de mestrado no Parque Marinho da Barra

Nos dia 04 de abril de 2021 foram realizados mergulhos para a coleta de dados sobre a composição do lixo marinho no Parque Marinho da Barra. Os dados coletados nestes mergulhos serão utilizados no projeto de pesquisa do mestrado do biólogo Moysés Mira.

Biólogo e mestrando Moysés Mira recolhendo o transecto no Parque Marinho da Barra (Foto: Rodrigo Maia-Nogueira)

Foram realizados ao todo três mergulhos de aproximadamente 45 minutos cada entre as praias do Farol da Barra e do Reloginho no Parque Marinho da Barra, e na praia do Porto da Barra. Em cada mergulho foram estendidos 100m de transectos perpendiculares à praia onde todo o lixo encontrado em até 1m para cada lado do transecto era coletado para que depois fosse classificado e contabilizado.

Trecho do transecto armado no Parque Marinho da Barra (Foto: Rodrigo Maia-Nogueira)

About Rodrigo Maia-Nogueira

Mergulhador e apaixonado pelos oceanos desde a infância. Desde a década de 1990 está envolvido em ações e pesquisas relacionadas com a biota aquática, tendo sido coordenador de resgate do Centro de Resgate de Mamíferos Aquáticos (CRMA) do Instituto Mamíferos Aquáticos (IMA) e fundador do Centro de Pesquisa e Conservação dos Ecossistemas Aquáticos (Biota Aquática) e do EcoBioGeo Meio Ambiente & Mergulho Científico, e ao longo dos anos participou de projetos de pesquisa e de consultoria na ambiental em parceria com diversas instituições. Também atua como instrutor de mergulho SDI e PADI. Tem como objetivo, além de produzir informação de qualidade fomentar o reconhecimento e a qualificação dos mergulhadores científicos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.