O Sarampinho

A Biota Aquática da baía de Todos os Santos e costa Atlântica de Salvador, Bahia

Sarampinho (Amblycirrhitus pinos)

  • Classe: Actinopterigyii
  • Ordem: Perciformes
  • Família: Cirrhitidae
Sarampinho (Amblycirrhitus pinos) fotografado na baía de Todos os Santos (Foto: Rodrigo Maia-Nogueira)

DESCRIÇÃO

O corpo do Sarampinho é robusto e ligeiramente comprido com a cabeça pequena e focinho cônico atingindo até 9,5 cm de comprimento. Uma das principais características desta espécie são os pequenos tufos presentes no topo dos espinhos da nadadeira dorsal dando a impressão de pelos.

O corpo é branco com barras verticais marrom-oliva nas laterais do corpo, a nadadeira caudal é rosa, apresenta uma barra negra larga no pedúnculo caudal, uma mancha negra na porção final da nadadeira dorsal e numerosas manchas (pontos) vermelhos, menores que a pupila, distribuídas pela cabeça, pelo dorso e na lateral do corpo. Estas pintas são o motivo para o nome popular “Sarampinho”.

Sarampinho (Amblycirrhitus pinos) fotografado na baía de Todos os Santos (Foto: Rodrigo Maia-Nogueira)

BIOLOGIA

O Sarampinho é uma espécie solitária de hábito diurno que passa bastante tempo parado, imóvel, sobre o substrato. Habita as zonas recifais.

O Sarampinho é um peixe carnívoro com preferência por invertebrados móveis (invertívoro móvel) como os camarões e outros pequenos crustáceos, além de poliquetas.

O Sarampinho é um peixe desconfiado, raramente permite que o mergulhador se aproxime,

Sarampinho (Amblycirrhitus pinos) fotografado na baía de Todos os Santos (Foto: Rodrigo Maia-Nogueira)

DISTRIBUIÇÃO

O Sarampinho ocorre no Atlântico Ocidental da Flórida nos Estados Unidos até Santa Catarina no Brasil.

Em Salvador ena baía de Todos os Santos o Sarampinho é normalmente observado nos naufrágios do Parque Marinho da Barra e nos pontos da costa Atlântica de Salvador, porém ocasionalmente ele pode ser visto em praticamente todos os pontos.

Sarampinho (Amblycirrhitus pinos) fotografado na baía de Todos os Santos (Foto: Bruno Lima de Menezes)

STATUS DE CONSERVAÇÃO

O Sarampinho não se encontra em nenhuma lista de espécies ameaçadas.

Devido ao seu colorido o Sarampinho é alvo do mercado ornamental.

Please follow and like us:

Autor(es)

+ Artigos

Mergulhador e apaixonado pelos oceanos desde a infância.
Desde a década de 1990 está envolvido em ações e pesquisas relacionadas com a biota aquática, tendo sido coordenador de resgate do Centro de Resgate de Mamíferos Aquáticos (CRMA) do Instituto Mamíferos Aquáticos (IMA) e fundador do Centro de Pesquisa e Conservação dos Ecossistemas Aquáticos (Biota Aquática) e do EcoBioGeo Meio Ambiente & Mergulho Científico, e ao longo dos anos participou de projetos de pesquisa e de consultoria na ambiental em parceria com diversas instituições.
Também atua como instrutor de mergulho SDI e PADI.
Tem como objetivo, além de produzir informação de qualidade fomentar o reconhecimento e a qualificação dos mergulhadores científicos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.