A Fogueirinha

A Biota Aquática da baía de Todos os Santos e costa Atlântica de Salvador, Bahia

Fogueirinha (Myripristis jacobus)

  • Classe: Actinopterygii
  • Ordem: Beryciformes
  • Família: Holocentridae
Fogueirinha (Myripristis jacobus) fotografada no Yacht Clube da Bahia (Foto: Rodrigo Maia-Nogueira)

DESCRIÇÃO

A Figueirinha que alcança até 25cm de comprimento total possui o corpo ligeiramente oval de coloração vermelho vivo com o dorso ligeiramente mais escuro e o ventre mais pálido, podendo até dar a impressão de ser prateado. As nadadeiras são vermelhas margeadas de branco ou de um tom azulado com reflexos metálicos. Logo após o opérculo apresentam uma faixa escura vertical ligeiramente inclinada, surgindo na base superior do opérculo até a base da nadadeira peitoral. Os olhos da fogueirinha são grandes, vermelhos com uma faixa vertical mais escura no centro.

Fogueirinhsa (Myripristis jacobus) fotografadas no Yacht Clube da Bahia (Foto: Rodrigo Maia-Nogueira)

BIOLOGIA

A fogueirinha é uma espécie carnívora de hábitos noturnos, passa o dia entocada mas não são difíceis de se ver em grandes cardumes, sempre escondidas em frestas e locas escuras, porém são curiosas e ensaiam sair para observar os mergulhadores. Durante a noite elas costumam ocupar a coluna d´água.

Fogueirinhas (Myripristis jacobus) (Foto: Fagner Rodrigues)

As Fogueirinha socorrem desde em aguas rasas até em mar aberto, em águas profundas.

Fogueirinhas (Myripristis jacobus) (Foto: Fagner Rodrigues)

A dieta preferencial da Fogueirinha é planctívora, porem ela também captura e come pequenos peixes e crustáceos.

Fogueirinhas (Myripristis jacobus) (Foto: Fagner Rodrigues)

As Fogueirinha tem um comportamento curioso, ocasionalmente pode ser vista dentro das locas nadando de cabeça para baixo.

Fogueirinha (Myripristis jacobus) fotografada no Porto da Barra (Foto: Rodrigo Maia-Nogueira)

DISTRIBUIÇÃO

A Fogueirinha ocorre no Atlântico Ocidental, da Carolina do Norte nos Estados Unidos à Santa Catarina no Brasil. Ocorrem também em ilhas oceânicas como os rochedos de São Pedro e São Paulo, inclusive nas ilhas de Santa Helena, Ascensão e Cabo Verde na costa da África.

Fogueirinha (Myripristis jacobus) fotografada no Porto da Barra (Foto: Rodrigo Maia-Nogueira)

Na costa de Salvador e baía de Todos os Santos ela pode ser observada em praticamente todos os pontos de mergulho, são muito comuns em locas no Parque Marinho da Barra, desde a beira da praia até os naufrágios onde utiliza a parte inferior das estruturas para se abrigar, são muito comuns no Ho-Mei No.III, especialmente no buraco onde deveria ser a casaria, são comuns no Galeão Sacramento formando cardumes que inclusive ficam desentocados mesmo durante o dia, ocorrem no Blackadder, especialmente na sua proa.

Fogueirinhas (Myripristis jacobus) (Foto: Fagner Rodrigues)

STATUS E CONSERVAÇÃO

A Fogueirinha não se encontra sob nenhuma classificação de ameaça.

Por serem facilmente observadas, eventualmente são capturadas por caçadores submarinos iniciantes e devido ao seu colorido são também alvo do comercio ornamental, especialmente indivíduos pequenos com até 10cm de comprimento. Muito raramente são comercializadas para o consumo, porém não são muito populares.

Fogueirinhas (Myripristis jacobus) (Foto: Fagner Rodrigues)
Please follow and like us:

Autor(es)

+ Artigos

Mergulhador e apaixonado pelos oceanos desde a infância.
Desde a década de 1990 está envolvido em ações e pesquisas relacionadas com a biota aquática, tendo sido coordenador de resgate do Centro de Resgate de Mamíferos Aquáticos (CRMA) do Instituto Mamíferos Aquáticos (IMA) e fundador do Centro de Pesquisa e Conservação dos Ecossistemas Aquáticos (Biota Aquática) e do EcoBioGeo Meio Ambiente & Mergulho Científico, e ao longo dos anos participou de projetos de pesquisa e de consultoria na ambiental em parceria com diversas instituições.
Também atua como instrutor de mergulho SDI e PADI.
Tem como objetivo, além de produzir informação de qualidade fomentar o reconhecimento e a qualificação dos mergulhadores científicos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.