O Barbeiro Azul

A Biota Aquática da baía de Todos os Santos e costa Atlântica de Salvador, Bahia

Barbeiro-azul (Acanthurus coeruleous)

  • Classe: Actinopterigyii
  • Ordem: Perciformes
  • Família: Acanthuridae
Barbeiro-azul (Acanturus coeruleous) (Foto: Rodrigo Maia-Nogueira)

DESCRIÇÃO

Corpo oval comprimido lateralmente. Os adultos possuem o corpo totalmente azul, enquanto os recrutas possuem o corpo totalmente amarelo com as margens das nadadeiras azul cintilante. Os indivíduos jovens possuem o corpo azul e a cauda amarela.

Assim como todos os Barbeiros, o Barbeiro-azul possui um espinho retrátil no pedúnculo caudal. Característica que está representada nos nomes populares dos peixes deste gênero (Barbeiros e Cirurgiões).

O Barbeiro-azul pode medir pouco mais de 45cm de comprimento total quando adulto.

Filhote de Barbeiro-azul (Acanturus coeruleous) (Foto: Rodrigo Maia-Nogueira)

BIOLOGIA

O Barbeiro-azul habita fundos rochosos e coralíneos entre 2m e 40m de profundidade.

Quando adulto costuma formar grandes cardumes, inclusive cardumes mistos com outras espécies de barbeiros (Acanthuridae) e até mesmo com algumas espécies de budiões (Labridae).

A dieta do Barbeiro-azul é herbívora mas também pode ocasionalmente se alimentar de pequenos invertebrados bentônicos, especialmente pequenos crustáceos.

O Barbeiro-azul parece não se importar muito com a presença do mergulhador, porém procura manter uma certa distância.

Barbeiro-azul (Acanturus coeruleous) fotografado no Parque Marinho da Barra (Foto: Rodrigo Maia-Nogueira)

DISTRIBUIÇÃO

O Barbeiro-azul se distribui da Flórida (Estados Unidos) até o Sul do Brasil.

Cardume Barbeiro-azul (Acanturus coeruleous) no Quebra-mar Norte (Foto: Rodrigo Maia-Nogueira)

Em Salvador e na baía de Todos os Santos o Barbeiro-azul pode ser observado praticamente em todos os pontos de mergulho, desde indivíduos solitários a grandes cardumes.

Barbeiro-azul (Acanturus coeruleous) no naufrágio do Blackadder (Foto: Rodrigo Maia-Nogueira)

STATUS DE CONSERVAÇÃO

O Barbeiro-azul não se encontra sob nenhuma categoria de ameaça.

Jovem Barbeiro-azul (Acanturus coeruleous) (Foto: Rodrigo Maia-Nogueira)

Em geral o Barbeiro-azul não é alvo de pesca, nem da caça submarina, porque apesar de atingir mais de 40cm de comprimento o seu formato achatado não lhe confere muita carne, porém os filhotes com 5cm a 10cm são comercializados como ornamentais.

Cardume de Barbeiro-azul (Acanturus coeruleous) no Quebra-mar Norte (Foto: Rodrigo Maia-Nogueira)
Please follow and like us:
error

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *