A Estrela-do-mar-comum

A Biota Aquática da baía de Todos os Santos e costa Atlântica de Salvador, Bahia

Estrela-do-mar-comum (Linckia guildingii)

  • Filo: Echinodermata
  • Ordem: Valvatida
  • Família: Ophidiasteridae
Estrela-do-mar-comum (Linckia guildingii) fotografada no Parque Marinho da Barra durante o Cleanup Day Bahia 2018 (Foto: Rodrigo Maia-Nogueira)

DESCRIÇÃO

Apesar de ser mais comumente encontrada com cinco braços a Estrela-do-mar-comum pode apresentar de quatro a até sete braços compridos (até 22cm de comprimento), tubulares com a face ventral achatada, não necessariamente do mesmo tamanho e extremidade arredondada. O disco central é pequeno.

A Estrela-do-mar-comum pode ser encontrada em diversas cores, tais como amarela, azul, laranja, roxa, rosada, entre outras. Apresentam ainda pequenos nódulos arredondados por todo o corpo.

Os filhotes apresentam o corpo coberto por manchas violetas, purpura, marrins ou vermelhas.

Filhote de Estrela-do-mar-comum (Linckia guildingii) fotografada nas Caramuanas (Foto: Rodrigo Maia-Nogueira)

A Estrela-do-mar-comum (Linckia guildingii) pode ser confundida com a Estrela-do-mar-cometa (Ophidiaster guildingii), porém esta Estrela-do-mar apresenta simetria no tamanho dos seus cinco braços que diferente dos braços da Estrela-do-mar-comum terminam em uma extremidade pontuda de coloração avermelhada.

Estrela-do-mar-comum (Linckia guildingii) fotografada no Parque Marinho da Barra (Foto: Rodrigo Maia-Nogueira)

BIOLOGIA

A Estrela-do-mar-comum é mais comumente observada próximo a recifes onde passa a maior parte do tempo escondida, porém pode ocorrer em jardins do coral-mole e em fundos arenosos, desde águas rasas da região entre-marés a profundidades de até 300m.

A Estrela-do-mar-comum se alimenta de algas protozoários e bactérias epibenticas, encontradas na superfície das rochas e do fundo arenoso.

A Estrela-do-mar-comum pode ser reproduzir tanto de forma sexuada, quanto assexuada através da autotomia, onde um dos membros é descartado e à partir dele se desenvolve outro indivíduo geneticamente semelhante. A reprodução sexuada é menos comum e consiste na liberação de ovos no plâncton por uma Estrela-do-mar-comum fêmea que são fecundados pelos gametas de uma Estrela-do-mar-comum macho também liberados no plâncton gerando larvas translucidas.

Estrela-do-mar-comum (Linckia guildingii) fotografada no Parque Marinho da Barra (Foto: Rodrigo Maia-Nogueira)

DISTRIBUIÇÃO

Esta espécie de Estrela-do-mar pode ser encontrada em todo o Atlântico ocidental, da Florida ao litoral de São Paulo no Brasil. Também pode ser encontrada em Cabo Verde no meio do Atlântico.

Em Salvador e na baía de Todos os Santos a Estrela-do-mar-comum pode ser encontrada em quase todos os pontos de mergulho, sendo mais comum dentro da baía de Todos os Santos que na costa Atlântica de Salvador, sendo os pontos do Parque Marinho da Barra, o Quebra-mar Norte, o Banco da Panela e o naufrágio do Blackadder os locais onde esta Estrela-do-mar é mais facilmente encontrada.

Estrela-do-mar-comum (Linckia guildingii) fotografada no Boião da Barra (Foto: Rodrigo Maia-Nogueira)

STATUS DE CONSERVAÇÃO

A Estrela-do-mar-comum não se encontra em nenhuma lista de espécies ameaçadas, porém estima-se que a população desta espécie esteja em declínio e a captura para o comercio ornamental é o principal motivo deste declínio.

Estrela-do-mar-comum (Linckia guildingii) fotografada no Boião da Barra (Foto: Rodrigo Maia-Nogueira)
Please follow and like us:

Autor(es)

+ Artigos

Mergulhador e apaixonado pelos oceanos desde a infância.
Desde a década de 1990 está envolvido em ações e pesquisas relacionadas com a biota aquática, tendo sido coordenador de resgate do Centro de Resgate de Mamíferos Aquáticos (CRMA) do Instituto Mamíferos Aquáticos (IMA) e fundador do Centro de Pesquisa e Conservação dos Ecossistemas Aquáticos (Biota Aquática) e do EcoBioGeo Meio Ambiente & Mergulho Científico, e ao longo dos anos participou de projetos de pesquisa e de consultoria na ambiental em parceria com diversas instituições.
Também atua como instrutor de mergulho SDI e PADI.
Tem como objetivo, além de produzir informação de qualidade fomentar o reconhecimento e a qualificação dos mergulhadores científicos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.